Eleitor poderá usar aplicativo de celular no lugar de título de papel.

O Tribunal Superior Eleitoral lançou nesta sexta-feira (1°/12) um aplicativo de celular que substitui a necessidade de portar o Título de Eleitora na hora de votar. O e-título trará todas as informações que constam do papel e, para os eleitores que já fizeram o cadastramento biométrico — que inclui também foto —, não será preciso mostrar qualquer outro documento aos mesários.

Cerca de 47% dos 146,7 milhões de eleitores fizeram o cadastramento biométrico até o momento. Para a outra metade, será necessário apresentar, além do aplicativo no celular, um documento com foto no momento da votação.

Para o presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, a iniciativa vai economizar recursos públicos, pois não será mais necessário reimprimir todos os títulos de eleitores que mudaram de zona eleitoral para as próximas eleições. O tribunal não divulgou o custo para desenvolver o aplicativo.

A iniciativa surgiu no Tribunal Regional Eleitoral do Acre, com o objetivo de evitar que moradores de localidades distantes tivessem de ir até o cartório eleitoral apenas para imprimir o título. Agora, bastará baixar o aplicativo, sendo obrigatório comparecer à sessão eleitoral antes do voto somente nos casos de primeiro registro.

O e-título está disponível a princípio para aparelhos com o sistema operacional Android, na Play Store. A versão para iPhone, que utiliza o sistema iOS, poderá ser baixada em no máximo 10 dias, de acordo com o TSE. Ainda não há previsão de lançamento para outros sistemas operacionais. 

Fonte: Conjur

Compartilhe

Participe

Carregando...

Buscar

Compartilhe