Advogado cadeirante é carregado por cliente porque elevador de delegacia não funciona.

Advogado cadeirante carregado por cliente porque elevador de delegacia no funciona

Foto: Aldo Matos / Acorda Cidade

Um advogado cadeirante se viu em uma situação constrangedora quando acompanha um cliente no Complexo Policial de Feira de Santana. João Oliveira dos Santos precisou ser carregado pelo próprio cliente e por quatro policiais porque o elevador do prédio não funcionava nem havia rampa para o deslocamento. O fato ocorreu na tarde desta terça-feira (15). O advogado participaria de uma audiência na Delegacia Especializada em Furtos e Roubos [Decarga]. "Fui acompanhar um cliente e chegando lá disseram que o elevador não funcionava. Falei com o cliente que não tinha condição de subir porque nem havia rampa. Foi preciso o cliente descer, e junto com mais quatro policiais, conseguiram me levar até o andar de cima", relata o advogado, que é natural de Tucano, na região sisaleira. João Oliveira dos Santos disse que já fez um comunicado à Ordem dos Advogados do Brasil na Bahia (OAB-BA) para que a instituição publique uma nota de repúdio sobre o estado do prédio que dificulta o acesso também de outras pessoas. "Já comuniquei à OAB-BA. Eu sou advogado, mas outros cadeirantes que precisam ir ao prédio vão ter a mesma dificuldade, assim como grávidas, idosos e outras pessoas com limitações na locomoção. Pelo que fiquei sabendo o problema ocorre há uns meses", completou.

Fonte:Jus Brasil.

Compartilhe

Participe

Carregando...

Buscar

Compartilhe