Banco do Brasil nega prática de venda casada

Brasília - O Banco do Brasil negou hoje (11) a prática de venda casada. Em nota divulgada pela assessoria de imprensa do banco, a instituição alega que “oferecer condições diferenciadas, conforme o grau do relacionamento do cliente é uma prática comercial que não fere preceitos legais”.

“O Banco do Brasil não pratica venda casada, já que não condiciona o fornecimento de qualquer produto ou serviço à aquisição de outro produto ou serviço”, informa a nota que cita o Código de Defesa do Consumidor, como referência.

Hoje, a coordenadora da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste), Maria Inês Dolce, disse que enviaria ao Banco Central um ofício pedindo investigação contra o Banco do Brasil. Segundo ela, ao requerer a adesão de clientes ao Programa Bom pra Todos para que tenham taxa de juros mais baixa no cartão de crédito, o banco estaria praticando venda casada.

Fonte: Agência Brasil

Compartilhe

Participe

Carregando...

Buscar

Compartilhe