Desemprego faz mulheres cariocas deixarem de pagar contas

Rio -  O público feminino de 21 a 30 anos de idade é o mais endividado e que está devendo ao cartão de crédito entre os cariocas, segundo a pesquisa “Perfil do inadimplente”, do Clube de Diretores do Rio (CDL-Rio), que aborda o comportamento de consumo na cidade. Enquanto homens correspondem a 47,6% da inadimplência, mulheres lideram a lista, com 52,4% dos casos.

O levantamento também mostra que o principal motivo para consumidores não pagarem dívidas são: o desemprego (35,7%), queda da renda (25,2%) e descontrole financeiro (23,1%).

Segundo o consultor financeiro Ronaldo Gotlib, autor do livro “Dívidas? Tô Fora! — Um Guia para você sair do sufoco”, é preciso ter controle financeiro para construir futuro mais sólido e longe da inadimplência. “É necessário que o brasileiro aprenda a renegociar suas dívidas, o que significa aprender a consumir e a renegociar as contas em conformidade com as reais condições de suas possibilidades financeiras”, avalia.

Estudo do Serasa Experian constatou que a inadimplência no Brasil cresceu 21% em 2011, índice mais alto dos últimos nove anos. Segundo o Banco Central, 2012 registrou o maior grau de endividamento desde setembro de 2009.

XÔ, DÍVIDA — Segundo o CDL-Rio, mais da metade dos devedores (53,1%) da pesquisa ainda pretende fazer acordos com os credores. Logo, a intenção é fugir das dívidas.

COMPORTAMENTO — Especialista acredita que é preciso reeducação para uso racional do crédito e que o consumidor conheça as espécies de dívidas a que estão sujeitos e como combatê-las.

Compartilhe

Participe

Carregando...

Buscar

Compartilhe