Banco culpa cliente britânica pelo sumiço de mil euros de sua própria conta

Após reclamar com o banco Barclays do desaparecimento de 1.150 euros (R$ 2.972) de sua conta, a britânica Rachel Addison, de 32 anos, foi acusada pela instituição de ser a culpada pelo sumiço do próprio dinheiro. A notícia é do jornal britânico Daily Mail.

A quantia foi desviada da conta bancária da gerente de publicidade em mais de 30 transações, feitas num intervalo de dois dias. Ao saber do roubo, a cliente procurou o Barclays para pedir ajuda, mas o banco alegou que a senha usada nas transações era dela, e se recusou a devolver o dinheiro.

Em janeiro, Rachel tentou usar seu cartão de débito, mas ele foi recusado. Imediatamente, ela entrou em contato com o Barclays, para descobrir o que havia acontecido. A instituição informou que, como o cartão estava quase expirando, se tornou inválido. Segundo o banco, um novo cartão tinha sido enviado pelo correiro para a casa de Rachel e já usado pela cliente.

A britânica não tinha ideia de que seu cartão de substituição tinha sido enviado e roubado. O Barclays tentou forçá-la a assumir a responsabilidade pelo sumiço do dinheiro, acusando-a de ser negligente com a própria senha, mas ela se recusou a aceitar a culpa:

— Eu vivo sozinha e eu nunca escrevi meu PIN em lugar nenhum ou disse minha senha para qualquer um dos meus amigos e familiares. Eu não sei como isso aconteceu.

Posteriormente, o banco admitiu que se atrapalhou e que as operações foram realmente feitas de forma fraudulenta.

Fonte: Jornal Extra Online, leia o original aqui

Compartilhe

Participe

Carregando...

Buscar

Compartilhe