Dinheiro extra paga dívidas de muitos

A assistente financeira, Andreia Ferraz Marinho, de 33 anos, se considera de ser uma pessoa controlada. Consegue reservar o dinheiro para realizar sonhos de consumo. Ela montou, com a ajuda da irmã, a cozinha da mãe, graças ao 13º do ano passado. Para este ano, o bônus tem destino certo.

— Tenho oito sobrinhos, e minha irmã está grávida. Haja presente no Natal deste ano — resigna-se.

Mas, usar o bônus de fim de ano para pagar as contas é uma opção de muitos brasileiros. Essa prática ajudou a diminuir a inadimplência, que recuou 0,4% em janeiro deste ano, em relação a dezembro do ano passado, segundo dados da Serasa.

O artesão Hélio de Sá Arruda, de 47 anos, e sua mulher, a professora Marluce Ferreira Arruda, de 41, já pensam em usar o décimo terceiro para pagar o financiamento de uma geladeira, que não estava nos planos do casal.

— Minha geladeira pifou. Vou ter que comprar uma agora. Não dá para economizar — conta ele, que ganha R$ 1.400 por mês e sonha com um refrigerador de 402 litros, de R$ 1.599.

Com três filhas, a enfermeira Nélia Oliveira, de 51 anos, é outra a usar o abono para pagar contas:

— Ruim com ele, pior sem ele — brinca Nélia, que usa o bônus para pagar o material escolar das crianças, além de quitar o IPVA e o IPTU.

Fonte: Jornal Extra Online, leia o original aqui
 

Compartilhe

Participe

Carregando...

Buscar

Compartilhe