Juros nos bancos públicos caem até 17 vezes mais do que nos privados

Os juros nas operações de crédito nos bancos do país estão bem menores do que em janeiro deste ano. Mas o consumidor precisa ficar atento, já que as maiores quedas no período ocorreram nas instiuições públicas. Segundo dados do Banco Central, as tarifas do cheque especial no Banco do Brasil (BB) e na Caixa Econômica Federal caíram 39% e 46%, respectivamente. No Itaú Unibanco, a diminuição foi de apenas 2,7% e, no HSBC, chegou a subir 1,4%. Comparando a menor com a maior queda registrada de janeiro a outubro, a Caixa reduziu a cobrança do cheque especial 17 vezes mais do que o Itaú.

As taxas de financiamento de veículos também caíram: 34% no BB e 37% na Caixa. Nesta última, a prestação de um veículo de R$ 20 mil financiado em 12 vezes saía, em janeiro, a R$ 793,51. Hoje, o valor é de R$ 701,56, uma redução mensal para o consumidor de R$ 91,95, ou seja, R$ 3.310,20 no final.

No crediário, porém, a redução nos juros não foi tão expressiva, variando de 6,5% a 29% — exceto na Caixa Econômica Federal, que de lá pra cá, cortou as taxas dessa modalidade de crédito em 81%: de 6,26% para 1,19% ao mês. Comparada com os juros do HSBC, os mais altos, o da CEF é 72% menor.

Fonte: Jornal EXTRA online, leia mais: http://extra.globo.com/noticias/economia/juros-nos-bancos-publicos-caem-ate-17-vezes-mais-do-que-nos-privados-6387472.html
 

Compartilhe

Participe

Carregando...

Buscar

Compartilhe