Pagar plano de saúde pode sair mais barato do que fazer check-up.

Com a dificuldade de conseguir fazer exames médicos pela rede pública de saúde, muita gente busca outras opções, sempre pagando do próprio bolso. Além de contratar um plano de saúde, outra opção vem sendo procurada: fazer um check-up por conta própria. Mas, em alguns casos, o preço de uma mensalidade é menor do que o de uma única avaliação médica feita num laboratório particular.

Uma mamografia na rede de medicina diagnóstica a+, por exemplo, sai por R$ 370, segundo uma pesquisa feita pelo EXTRA. A Assim, por sua vez, cobra uma mensalidade de R$ 312,12 por um plano com direito a internação em apartamento, para clientes com idade entre 39 e 43 anos, quando as avaliações periódicas começam a ser indicadas pelos médicos.

O check-up é geralmente composto por exames de sangue, fezes e urina, testes cardiológicos — como eletrocardiograma e teste de esforço — raios X e exames específicos para cada sexo. Os homens podem ser submetidos a uma ultrassonografia de próstata. Para as mulheres, são receitadas uma mamografia e uma ultrassonografia transvaginal.

Quem paga o check-up do próprio bolso geralmente faz os exames em diversos laboratórios, buscando o menor preço. Mas há clínicas especializadas nessa avaliação, que oferecem todas as avaliações num mesmo lugar. Esse conforto tem preço: um check-up desses pode sair por até R$ 3.700

Os problemas para conseguir realizar exames médicos na rede pública fizeram a diarista Hosana Jesus Marques, de 39 anos, contratar um plano de saúde.

— A demora nas consultas é absurda. Pelo SUS (Sistema Único de Saúde), marquei uma com o ortopedista que demorou cinco meses. No particular, consegui bem mais rápido. Os exames na rede provada demoram, no máximo, dois meses para ficar prontos — disse ela.

Fonte:Endividado.com

Compartilhe

Participe

Carregando...

Buscar

Compartilhe