Regras e valores mostram abismo entre aposentadoria de políticos e segurados do INSS.

Candidato escolhido pelo aposentado do INSS José Jonas da Silva Souza, de 58 anos, para administrar Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, o prefeito Nelson Roberto Bornier, de 63, que se aposentou pela Câmara Federal, tem uma vida que contrasta com a do seu eleitor. Apesar de ambos terem pedido seus benefícios em 2000, nesses 13 anos Bornier viu sua aposentadoria, convertida em número de salários mínimos, crescer 40,68%, enquanto José amargou uma perda de 46,64%.


Ao se aposentar como deputado federal, Bornier faturou um benefício equivalente a 15,29 salários mínimos (R$ 2.080), por dois anos de mandato. Naquela época, cada ano de legislatura equivalia a 1/30 do valor do salário na ativa — após 1997, essa proporção passou a 1/35. Hoje, ele recebe 21,51 salários mínimos (R$ 14.583,19), após outros dez anos aboletado na Câmara — um adicional de 6,22 salários.


Do outro lado, o auxiliar de escritório José Jonas, ao completar 35 anos contribuindo para o INSS, começou ganhando 7,59 salários mínimos (R$ 1.145,42) do instituto. Hoje, recebe o equivalente a quatro salários.
Além da polpuda aposentadoria recebida da Câmara, Bornier fatura R$ 9.500 da Prefeitura de Nova Iguaçu, o que eleva seus rendimentos a R$ 24.083,19. Os números destoam da realidade de José Jonas. Brigando há anos pela revisão do valor do benefício da Previdência Social, ele se desdobra para sobreviver com o que recebe: R$ 2.746,97.
O Ministério da Previdência Social calcula a correção das aposentadorias do INSS com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O reajuste dos deputados aposentados pela Câmara acompanha o índice de aumento dos subsídios pagos aos parlamentares na ativa, fixado,aliás, pelos próprios parlamentares.


José Jonas da Silva Souza, de 58 anos, se aposentou pelo INSS por tempo de contribuição em agosto de 2000

Fonte:Jornal O Dia.com

Compartilhe

Participe

Carregando...

Buscar

Compartilhe